Ministério do Trabalho está promovendo a compatibilização das informações contidas na RAIS e no formulário da Contribuição Sindical.


Essa informação é muito importante porque quem não recolheu a Contribuição Sindical ou a recolheu a menor terá sua RAIS devolvida automaticamente, gerando multa de no mínimo R$ 425,00 (quatrocentos e vinte e cinco reais) além de sofrer fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho.

É fundamental que aquelas empresas que por qualquer motivo não tenham informado corretamente nos formulários da RAIS e da Contribuição Sindical, que façam a correção dessas informações para que não sejam penalizados.

Informamos, outrossim, que quem deixou de recolher, ou recolheu a menor a Contribuição Sindical nos últimos cinco anos deve procurar o Sindicato Patronal com a máxima urgência visto que como 20% dessa contribuição se destina ao Ministério do Trabalho para aplicação no FAT (Fundo de Assistência ao Trabalhador) o não pagamento implicará na aplicação da multa, além da fiscalização da DRT, a inclusão da instituição no CADIN.
 
Destaques:
 
09/05 - Renovado o convênio AHCRJ / SINDHERJ e a Faculdade São Camilo - Rio de Janeiro
09/05 - O Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA) está lançando a sua plataforma de ensino à distância (EAD). Inicialmente, seis cursos estarão disponíveis na plataforma (http://ead.cbacred.org.br/)
09/05 - Gerenciamento de Risco. Este é o tema da terceira campanha desenvolvida pelo Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA).
09/05 - 12 de Maio - Dia dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Rio de Janeiro
 
 
Avenida Rio Branco, 257 salas 1509 - Centro - Rio de Janeiro - RJ
Telefone 21 2544-0877 - Fax: 21 2240-1746 - Email: sindherj@sindherj.com.br